Jorge Valério foi incendiado com gasolina após assassinato, revela relatório [Notícia]


De acordo com Autopsia feito instituto  legal , através de o seu relatório divulgado no jornal da rádio Luanda  aponta que o jovem Jorge ,  foi Asfixiado.
Um  competente memorando    reflectido na  recomposição  das evidencias  que resultou  na morte de  Jorge Valério Coelho da Cruz “Tucho”  indica que  este  estudante da  universidade Lusíada  terá sido incendiado  no momento em que o grupo  chefiado por Adilson Monteiro (na foto)  premeditou a sua execução.

De acordo com a ordem dos  acontecimentos,  relatado pela Tia Jorge Valério “Tucho” teve na  segunda-feira  ,    uma altercação  com uma colega identificada por  Jessica Amor que   acusara  malogrado de  a ter  ofendido.  Em reação, a jovem telefonou para o seu irmão  de nome “Marcio” para chamar atenção de Jorge.  Marcio,  por sua vez terá se sentido intimidado com Jorge Valério e recorreu a um amigo Adilson Monteiro  que  ao ser posto ocorrente do assunto agride  Jorge Valério com duas bofetadas na cara.
No dia seguinte,  terça- feira (25),   Jorge Valério vai  ao  Ginásio ao encontro de uns colegas  a quem relata o que aconteceu consigo.  Os amigos  decidem ir pedir satisfação  aos prevaricadores ( Adilson Monteiro e a Marcio) e ao encontrarem este,  orientam a Jorge para que devolvesse as duas chapadas tendo o mesmo seguido as instruções dos colegas.
 Na Quinta-feira (26), Jorge é perseguido por  um grupo de jovens que se presume ser uma “gang”  ligada  a Adilson Monteiro, mas consegue escapar.
 No sábado último(28),  a vitima  foi a uma festa mas não ficou  por muito tempo  e  pede a uma amiga  que lhe arranjasse uma boleia para se deslocar a casa da  namorada que coincidentemente também se chama Jessica (a semelhança da irmã de Marcio).   Posto no prédio, Jessica   diz-lhe, por telefone  para esperar  5 minutos “que ela  já descia”   mas quando  a namorada  desce  já  não  encontra  Jorge Valério.
Terá sido neste período que o malogrado é raptado, e levado para o Condomínio Hojy Yahetoo, na capital do país.  Segundo o memorando que vimos citando, o  referido condomínio tem algumas casas que não estão  ainda   habitadas  e foi para La que   Jorge foi exposto a uma sessão de tortura.  Cercaram-lhe com uma barra de ferro no pescoço e de seguida baterem-lhe com tambores e pás na cabeça. De seguida terão lhe despejado gasolina na cabeça e incendiaram-no.  (O cadáver  apresenta o crânio e a boca desfeita)
Há evidencia de que o mesmo terá sido torturado durante a noite de sábado e domingo. Alguns vizinhos, interrogados pela pericia,  relataram ter ouvido alguns gritos durante a noite mas por receio não saíram de casa para espreitar.  Somente no dia seguinte é que estes ao tentarem perceber o que se aconteceu, encontraram o corpo do malogrado e informaram a polícia Nacional     que deslocou-se  ao local para fazer a pericia e levar o cadáver para a Morgue de Luanda.
Segundo o site Club K  Adilson Monteiro que já se encontra sob custódia das autoridades,  foi apanhado  na segunda-feira (1)  pelos familiares do malogrado no largo da Maianga.  Foi submetido a um interrogatório  mas  não terá revelado  nada porque,  de acordo com o memorando, ele  parecia estar sob efeito estupefaciente.
 O grupo que levou a cabo a execução do Jorge “Tucha” é composto por Adilson Monteiro (apresentado como filho de um general), Marcio, Lelas, Bebucho e Luis Miguel, também identificado como filho de um general.   A “gang”, conforme são também chamados tem a reputação de andar com armas pelas ruas de Luanda.
Para além  de Adilson Monteiro estão igualmente detidos, no comando provincial da Polícia Nacional  de Luanda, os jovens Márcio e  Lelas enquanto que os outros dois cúmplices (Luis Miguel e Bebucho), encontram-se foragidos.
O Corpo do Malogrado ira hoje para os Bombeiros onde pernoitara e o funeral  realizar-se-á  amanha as 10 horas no cemitério alto das Cruzes.

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best WordPress Web Hosting